quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Senadora Kátia Abreu



A discussão agora é sobre perdoar ou não aos fazendeiros que desmataram nossas florestas apartir de 2008.

A Kátia Regina de Abreu (Goiânia, nascida à 2 de fevereiro de 1962) é uma empresária pecuarista e política brasileira. Atualmente cumpre mandato de senadora pelo estado do Tocantins, é a favor perdoar a dívida dos fazendeiros, mas tadinha, por que será que ela é a favor?

Veja abaixo um breve resumo do artigo extraido do Wikipédia, click aqui e veja a íntegra;

Kátia Regina de Abreu tornou-se pecuarista ao assumir, com a morte do marido em 1987, fazenda no antigo norte goiano, atualmente Tocantins. Mudou-se para a fazenda mesmo sem muito conhecimento de como conduzi-la. Ao chegar à fazenda, encontrou dentro do cofre da propriedade um roteiro completo sobre o que fazer na suposta "ausência" do marido.
Líder dos agropecuaristas

Destacou-se entre os produtores da região e logo tornou-se presidente do Sindicato Rural de Gurupi.

Em seguida, foi eleita presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins, cargo que exerceu por quatro mandatos consecutivos entre 1995 e 2005.

Em novembro de 2008 é eleita presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), para o triênio 2008 a 2011. A entidade representa 27 federações estaduais, 2142 sindicatos rural por todo o Brasil e mais de um milhão de produtores sindicalizados.

Carreira política

Dentre outros, foi escolhida para presidir a Bancada ruralista no Congresso Nacional, sendo a primeira mulher no país a comandá-la, que na época contava com 180 integrantes.

Em entrevista a revista veja a senadora, fazendo críticas às políticas para o agronegócio dos ministérios do trabalho, desenvolvimento agrário e meio ambiente do governo Lula.

Críticas

Sua atuação em defesa dos agropecuaristas, foi rotulada pelos ativistas ambientalistas como "Miss Desmatamento".

É criticada por supostamente manter dois terrenos improdutivos que concentram 2500 hectares de terra.

Recentemente, como presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil, Kátia Abreu contratou a organização Contas Abertas para descobrir quanto custou e quem produziu a Campanha de TV e rádio "Carne Legal" (a campanha se constitui de três peças intituladas "Churrasco de desmatamento", "Picadinho de trabalho escravo" e "Filé de lavagem de dinheiro"), encomendada pelo Ministério Público Federal.

Será que deu para entender porque ela é a favor de perdoar a dívida?

Ela é fazendeira, o marido já desmatou muito e ela deu continuidade, contudo ela não quer pagar a dívida, pois o dinheirinho sairia de sua poupança gordinha.

2 comentários:

Anônimo disse...

nossa Katia abreu que buceta mais gostosa deliciosa e um tesâo de também de bumbum que coroa mais incitante deixaria cheia de orgasmo a noite metia fervendo super. quente pegando fogo ardia seu bumbum o mais profundo com prazer de tesâo Katia. Sósia do ator Raphael Vianna de Maceió

Leandro Ramos Benfatti disse...

kkkk De fato ela é muito gostosa msm!!! Eu tbm gostaria de muito de comer ela ou msm de eu deixar ela me comer, principalmente se ela fosse uma Dominadora/Rainha do BDSM e aí eu seria o escravo sexual dela e olha que ela é msm uma Mulher Dominadora, não do BDSM, mas uma Mulher Dominadora da Política Brasileira!!! Gosto de Mulheres assim, que sejam Dominadoras!!! E ui, adoraria de apanhar de chicote da Katia Abreu num Motel de BDSM!!! Kátia Abreu: GOSTOSA!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk :) =D